Rede de Sementes do Cerrado

CONHEÇA O PROJETO SEMEANDO O BIOMA CERRADO

Semeando o Bioma Cerrado

Publicações à Venda




Ilustre Cerrado

Ligue 61 3107-0098

Lista das Espécies do Cerrado

Quem está on-line

Nós temos 7 visitantes online

ECOMUSEU DO CERRADO

Veja a programação completa das atividades do Lançamento do ECOMUSEU do Cerrado,
10 a 12 de setembro!!
Venha conhecer mais de perto o Cerrado em todas as suas manifestações sociais, culturais e ambientais.

 

 

Mais uma espécie de árvore do Cerrado

Nova temporada: O mercado de mudas de árvores no Brasil

Abaixo, seguem os números parciais referentes a produção de mudas nativas no Brasil levantados por um projeto feito por uma COOPERAÇÃO do MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE (MMA) E do INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA (IPEA):

  1. NOME DO PROJETO: “CUSTOS E GARGALOS PARA A RESTAURAÇÃO FLORESTAL NO BRASIL”
  2. OBJETIVOS: Desenhar um panorama da situação dos viveiros no Brasil; compreender capacidade do país em cumprir sua legislação ambiental e propor políticas públicas que auxiliem para o cumprimento dessas leis.
  3. METODOLOGIA: Entrevistas a viveiros e produtores de mudas e sementes de árvores nativas do Brasil através de um questionário estruturado, aplicado via telefone e email. Somente foram entrevistados viveiros que produzem espécies nativas.
  4. RESULTADOS PARCIAIS (96% dos viveiros levantados inicialmente já foram entrevistados) – 249 viveiros responderam à entrevista.

Tabela 1. Número de viveiros que participaram da pesquisa, por região.

Fonte: dados da pesquisa.

Tabela 2. Capacidade média de produção anual de mudas por região.

Fonte: dados da pesquisa

Tabela 3. Produção anual média de mudas por região.

Fonte: dados da pesquisa

- See more at: http://www.ecocentro.org/planeta-alternativo/planeta/#sthash.94nbS6B5.dpufNova temporada: O mercado de mudas de árvores no Brasil
Abaixo, seguem os números parciais referentes a produção de mudas nativas no Brasil levantados por um projeto feito por uma COOPERAÇÃO do MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE (MMA) E do INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA (IPEA):
1. NOME DO PROJETO: “CUSTOS E GARGALOS PARA A RESTAURAÇÃO FLORESTAL NO BRASIL”
2. OBJETIVOS: Desenhar um panorama da situação dos viveiros no Brasil; compreender capacidade do país em cumprir sua legislação ambiental e propor políticas públicas que auxiliem para o cumprimento dessas leis.
3. METODOLOGIA: Entrevistas a viveiros e produtores de mudas e sementes de árvores nativas do Brasil através de um questionário estruturado, aplicado via telefone e email. Somente foram entrevistados viveiros que produzem espécies nativas.
4. RESULTADOS PARCIAIS (96% dos viveiros levantados inicialmente já foram entrevistados) – 249 viveiros responderam à entrevista.
http://g1.globo.com/globo-news/cidades-e-solucoes/platb/2014/03/07/nova-temporada-o-mercado-de-mudas-de-arvores-no-brasil/#sthash.Un7Fu9hF.dpuf
http://g1.globo.com/globo-news/cidades-e-solucoes/platb/2014/03/07/nova-temporada-o-mercado-de-mudas-de-arvores-no-brasil/#sthash.Un7Fu9hF.dpuf
http://g1.globo.com/globo-news/cidades-e-solucoes/platb/2014/03/07/nova-temporada-o-mercado-de-mudas-de-arvores-no-brasil/#sthash.Un7Fu9hF.dpuf
http://g1.globo.com/globo-news/cidades-e-solucoes/platb/2014/03/07/nova-temporada-o-mercado-de-mudas-de-arvores-no-brasil/#sthash.Un7Fu9hF.dpuf

 

Biólogos da Universidade do Tocantins descobriram uma nova espécie de árvore no cerrado. Eles faziam coletas de rotina quando se depararam, por acado, com a planta.

Veja a reportagem...

http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/v/biologos-do-tocantins-descobrem-nova-especie-de-arvore/3495249/

Nova temporada: O mercado de mudas de árvores no Brasil

Abaixo, seguem os números parciais referentes a produção de mudas nativas no Brasil levantados por um projeto feito por uma COOPERAÇÃO do MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE (MMA) E do INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA (IPEA):

  1. NOME DO PROJETO: “CUSTOS E GARGALOS PARA A RESTAURAÇÃO FLORESTAL NO BRASIL”
  2. OBJETIVOS: Desenhar um panorama da situação dos viveiros no Brasil; compreender capacidade do país em cumprir sua legislação ambiental e propor políticas públicas que auxiliem para o cumprimento dessas leis.
  3. METODOLOGIA: Entrevistas a viveiros e produtores de mudas e sementes de árvores nativas do Brasil através de um questionário estruturado, aplicado via telefone e email. Somente foram entrevistados viveiros que produzem espécies nativas.
  4. RESULTADOS PARCIAIS (96% dos viveiros levantados inicialmente já foram entrevistados) – 249 viveiros responderam à entrevista.

Tabela 1. Número de viveiros que participaram da pesquisa, por região.

Fonte: dados da pesquisa.

Tabela 2. Capacidade média de produção anual de mudas por região.

Fonte: dados da pesquisa

Tabela 3. Produção anual média de mudas por região.

Fonte: dados da pesquisa

- See more at: http://www.ecocentro.org/planeta-alternativo/planeta/#sthash.Un7Fu9hF.dpuf
 

Anteremanthus piranii

Nova temporada: O mercado de mudas de árvores no Brasil

Abaixo, seguem os números parciais referentes a produção de mudas nativas no Brasil levantados por um projeto feito por uma COOPERAÇÃO do MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE (MMA) E do INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA (IPEA):

  1. NOME DO PROJETO: “CUSTOS E GARGALOS PARA A RESTAURAÇÃO FLORESTAL NO BRASIL”
  2. OBJETIVOS: Desenhar um panorama da situação dos viveiros no Brasil; compreender capacidade do país em cumprir sua legislação ambiental e propor políticas públicas que auxiliem para o cumprimento dessas leis.
  3. METODOLOGIA: Entrevistas a viveiros e produtores de mudas e sementes de árvores nativas do Brasil através de um questionário estruturado, aplicado via telefone e email. Somente foram entrevistados viveiros que produzem espécies nativas.
  4. RESULTADOS PARCIAIS (96% dos viveiros levantados inicialmente já foram entrevistados) – 249 viveiros responderam à entrevista.

Tabela 1. Número de viveiros que participaram da pesquisa, por região.

Fonte: dados da pesquisa.

Tabela 2. Capacidade média de produção anual de mudas por região.

Fonte: dados da pesquisa

Tabela 3. Produção anual média de mudas por região.

Fonte: dados da pesquisa

- See more at: http://www.ecocentro.org/planeta-alternativo/planeta/#sthash.94nbS6B5.dpufNova temporada: O mercado de mudas de árvores no Brasil
Abaixo, seguem os números parciais referentes a produção de mudas nativas no Brasil levantados por um projeto feito por uma COOPERAÇÃO do MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE (MMA) E do INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA (IPEA):
1. NOME DO PROJETO: “CUSTOS E GARGALOS PARA A RESTAURAÇÃO FLORESTAL NO BRASIL”
2. OBJETIVOS: Desenhar um panorama da situação dos viveiros no Brasil; compreender capacidade do país em cumprir sua legislação ambiental e propor políticas públicas que auxiliem para o cumprimento dessas leis.
3. METODOLOGIA: Entrevistas a viveiros e produtores de mudas e sementes de árvores nativas do Brasil através de um questionário estruturado, aplicado via telefone e email. Somente foram entrevistados viveiros que produzem espécies nativas.
4. RESULTADOS PARCIAIS (96% dos viveiros levantados inicialmente já foram entrevistados) – 249 viveiros responderam à entrevista.
http://g1.globo.com/globo-news/cidades-e-solucoes/platb/2014/03/07/nova-temporada-o-mercado-de-mudas-de-arvores-no-brasil/#sthash.Un7Fu9hF.dpuf
http://g1.globo.com/globo-news/cidades-e-solucoes/platb/2014/03/07/nova-temporada-o-mercado-de-mudas-de-arvores-no-brasil/#sthash.Un7Fu9hF.dpuf
http://g1.globo.com/globo-news/cidades-e-solucoes/platb/2014/03/07/nova-temporada-o-mercado-de-mudas-de-arvores-no-brasil/#sthash.Un7Fu9hF.dpuf
http://g1.globo.com/globo-news/cidades-e-solucoes/platb/2014/03/07/nova-temporada-o-mercado-de-mudas-de-arvores-no-brasil/#sthash.Un7Fu9hF.dpuf

Árvore em risco de extinção é descoberta por acidente na Bahia

Mário Bittencourt
Do UOL, em Vitória da Conquista

Uma nova espécie de árvore descoberta na região da Serra Geral, próxima à Chapada Diamantina, na Bahia, foi considerada nesta quinta-feira (17) "em perigo de extinção" por pesquisadores responsáveis pelo achado.

Batizada de Anteremanthus piranii, em homenagem ao botânico e professor da USP (Universidade de São Paulo), José Rubens Pirani, autor de estudos sobre botânica no Brasil, a árvore descoberta cresce até cinco metros de altura e nasce entre fendas de rochas.

Os ramos dela têm coloração creme, as folhas são verde-acinzentada e as flores de pétalas brancas possuem um lilás nas pontas.

A árvore é encontrada em locais com altitude entre 800 a 900 metros de altura, numa área de transição entre caatinga e cerrado.

A descoberta ganhou destaque na penúltima edição (maio deste ano) de uma das revistas de botânica mais conceituadas dos Estados Unidos, a "Systematic Botany".

A novidade é levada aos botânicos do mundo por meio de artigo da bióloga baiana Fernanda Afonso e da pesquisadora em botânica Nádia Roque, ambas da UFBA (Universidade Federal da Bahia).

Fernanda Afonso afirma que não foi possível fazer estudos para dimensionar o tamanho da população da árvore, encontrada na Serra Geral do município de Licínio de Almeida. "Percebemos que [a árvore] ocorre em poucos pontos e muito próximos entre si. Devido, principalmente, a distribuição geográfica restrita, foi considerada como criticamente em perigo de extinção", disse Fernanda.

 

Leia mais...
 
Página 1 de 34

Quem Somos

A Rede de Sementes do Cerrado é uma associação sem fins lucrativos que visa o fomento do comércio e a melhoria da qualidade das sementes e mudas de espécies nativas do Cerrado. Como tal, a Rede incentiva e promove: a conservação e recuperação do Cerrado; a prestação de serviços referentes à conservação, promoção e exploração sustentada de plantas nativas do Cerrado; estudos e pesquisas referentes às plantas nativas do Cerrado; a divulgação de informações técnicas e científicas e a execução direta e indireta de projetos, programas e planos de ação pertinentes. Saiba mais sobre a Rede...

IN56 MAPA

You are here: Home

Pesquisas Atuais em Sementes

Espaço para a publicação de artigos e resultados de pesquisas sobre Sementes. Sob a responsabilidade do Dr. Luiz Bhering Nasser, colaborador da Rede na área de Sementes.

Referências e Artigos

Nossos Parceiros